NESTA SEGUNDA-FEIRA (28/09) OS RADARES ESTARÃO OPERANDO NOS SEGUINTES LOCAIS:

RADAR 1 - AVENIDA TRABALHADOR SÃO-CARLENSE (CENTRO/BAIRRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H;

RADAR 2 - AVENIDA COMENDADOR ALFREDO MAFFEI (CENTRO/BAIRRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H;

RADAR 3 - AVENIDA DR. HEITOR JOSÉ REALLI (BAIRRO/RODOVIA) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H.

 

 

Encerrando uma sequência de três jogos de jejum de vitórias, o Fluminense derrotou, neste domingo (13), o Corinthians por 2 a 1 no estádio do Maracanã, pela décima rodada do Campeonato Brasileiro. Com o triunfo, o tricolor das Laranjeiras voltou a se aproximar do G4. Já o Corinthians, dependendo dos resultados desta rodada, pode amargar a zona de rebaixamento. 

O Timão contou à beira do campo com Dyego Coelho, técnico do time sub-20, que assumiu de forma interina o posto na equipe profissional após a demissão do técnico Tiago Nunes na última sexta (11). Do outro lado, o tricolor carioca não pôde contar com o atacante Fred. O jogador foi diagnosticado com o novo coronavírus (covid-19), em exame realizado na última quinta-feira (11).

No início da partida, aos 7 minutos, o Fluminense abriu o placar. Após cruzamento de Calegari pelo lado direito, Nenê bateu e foi travado pela zaga. Na segunda oportunidade, mesmo caído, de perna direita, Nenê abriu o placar. Com mais domínio, embora sem criar boas oportunidades, o tricolor voltou ao ataque com Nenê, aos 27, que bateu da entrada da grande área por cima da baliza adversária.

Os visitantes responderam com o venezuelano Otero, aos 37, em cobrança de falta, que obrigou o arqueiro Muriel a espalmar a bola. Foi a jogada mais perigosa dos corintianos na primeira etapa. Em seguida, a equipe comandada pelo técnico Odair Hellmann quase ampliou aos 48. Após uma cabeçada do lateral-esquerdo Danilo Barcelos, atento, o goleiro Cássio conseguiu dar um tapa na bola e evitar o gol.

No segundo tempo, com dificuldade na criação, o Corinthians chegou ataque aos 14, em um chute de Everaldo. Bem posicionado, Muriel encaixou. Dois minutos depois, Everaldo fez um gol de cabeça, mas o árbitro do jogo Braulio da Silva Machado (Fifa, SC) marcou impedimento. Este lance acabou servindo como banho de água fria para a equipe paulista.

Aos 23 foi a vez de o zagueiro Nino chutar, na grande área, por cima da meta de Cássio. Apesar dos donos da casa controlarem o jogo, não transformavam o domínio em gol. Porém, aos 40 minutos Luiz Henrique chutou e a bola explodiu na mão de Bruno Méndez. Neste lance, o juiz marcou pênalti. Nenê cobrou e converteu seu segundo gol do jogo. 

Nos acréscimos, aos 46, Danilo Barcelos cometeu falta duríssima em Michel e deixou o Fluminense com um a menos. Após a superioridade numérica em campo, o Timão ainda descontou com Mateus Vital. Fluminense 2, Corinthians 1.

O próximo compromisso do Fluminense será pela quarta Fase da Copa do Brasil. Na quarta-feira (16), os tricolores encararam o Atlético-GO, no Maracanã, às 21h30. Pelo Campeonato Brasileiro, o duelo na rodada seguinte será domingo (20), contra o Sport, na Ilha do Retiro, no Recife, às 20h30. Já o Corinthians volta a campo na quarta-feira (16), às 21h30. A equipe paulista vai encarar o Bahia, na Neo Química Arena.



Adicionar comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal SCDN. Se achar algo que viole as regras de uso, denuncie.


Código de segurança
Atualizar codigo